Infoll’s Blog

Aqui você aprende informática de maneira fácil e rápida!

Entenda o que é e para que serve o DNS

O DNS (Domain Name System) é o sistema responsável pela resolução de nomes em endereços IP, deixando a navegação na internet mais simples(já que para humanos normais é mais facil memorizar um endereço do que um conjunto de numeros).
Quando é digitado um endereço web em um browser ou um endereço ftp em um cliente ftp ou em qualquer outra aplicação, esta aplicação pergunta ao DNS quem é este endereço. O papel do DNS é resolver este nome em um endereço IP e retornar para quem o perguntou. Deste modo torna-se possível a navegação através de nomes.

DOMÍNIOS
O DNS é uma estrutura hierárquica onde sua origem se tem a partir de um ponto (.) e a partir daí temos os domínios e os subdomínios.
Todo host tem um nome e seu nome completo é chamado FQDN (Full Qualified Domain Name), que é composto de duas partes, a parte que identifica o host dentro do domínio e a parte que identifica o domínio, por exemplo, em www.therebels.biz , o www significa o nome do host dentro do domínio therebels.biz , por isso que quando colocamos no browser apenas o therebels.biz a página é exibida normalmente. Nestes casos, a busca do DNS será realizada pelo domínio e não pelo host . A parte .org é chamado de TLD (Top Level Domain) e informa o tipo de domínio que se esta acessando. Os TLDs mais comuns são:
.com – Comercial
.edu – Educacional
.org – Organizacional
.gov – Governamental
.mil – Militar
.arts – Cultural
Os TDLs também identificam o país de origem dos hosts.
.br – Brasil
.jp – Japão
.nz – Nova Zelândia
.ca – Canadá
O DNS dentro da internet faz parte de uma complexa hierarquia dentro de um banco de dados, onde cada servidor DNS tem autorização de responder as requisições sobre os nomes de domínio de uma quantidade limitada de hosts.

DNS SERVER
O DNS pode ser conceitualmente dividido em três partes:
 
Espaço de nome de domínio
É a listagem das informações de todos os hosts da rede.
 
Resolvers
São programas ou rotinas de bibliotecas que extraem as informações solicitadas aos servidores DNS.
 
Servidores DNS
São os programas capazes de resolver uma requisição de nomes. Eles mantém os dados localizados nos espaços de nome de domínio.
Existem alguns servidores DNS espalhados pelo mundo, chamados de rootservers da internic que são os grandes servidores DNS dividindo as tarefas de resolução de nomes. Estes servidores são dispostos hierarquicamente, tendo como pai o servidor raiz. O papel destes servidores é interligar todos os servidores DNS do mundo.
Ao adquirir um novo dominio ele demora até 24h para que todos os servidores saibam qual é o seu ip, isso é chamado propagração de DNS, com isso é normal que alguns lugares consigam acessar em menos tempo o site, por exemplo que mora em são paulo consiga acessar o site antes de alguem que mora no nordeste.
Com esta divisão fica mais fácil gerenciar os domínios artavés de entidades responsáveis, como é o Comitê Gestor da Internet do Brasil que é responsável por controlar a terminação .br.Então, para uma resolução de nome de um domínio .com.br, o host envia uma requisição para o servidor raiz que o encaminha para o servidor que controla a TLD .com que novamente redireciona para o servidor responsável pela terminação .br o qual tem autorização para responder com o endereço IP referente ao nome, porém como a estrutura é hierárquica o .br nada sabe sobre o .com.
Para melhorar a performance de um serviço DNS configurado em um servidor local, é recomendável a distribuição deste serviço em outros servidores, nós podemos ter servidores do tipo:
 
Primary Master Server
Servidor primário do domínio, Possui autorização para resolução de nomes dentro de todo o domínio.
Secondary Master Server
Servidor secundário do domínio. Pode ser chamado de backup do servidor primário. Também possui autorização de resolução dentro do domínio, porém o servidor secundário faz downloads da lista de registros do servidor primário, em vez de guardar localmente.

Slave Server
Servidor escravo. Este servidor encaminho as requisições para uma lista conhecida de servidores de encaminhamento, porém não guarda nenhuma informação.

Forwarder Server
Servidores de encaminhamento. Encaminha requisições para servidores remotos

Caching Server
Respondem às requisições através do registro de cache que são coletados das requisições anteriores.
O servidor primário é o servidor que tem autorização para resolução de nomes dentro do domínio, com isso, todas as requisições dos hosts do domínio passarão por este servidor, por este motivo, quando o DNS server realiza uma pesquisa pela primeira vez, ele guarda a resposta em um cache interno, para que quando uma segunda requisição sobre este mesmo nome seja feita, o servidor possa responder de forma mais rápida, e sem a necessidade de realizar uma nova consulta, diminuindo o tráfego e consequentemente aumentando a performance.
Porém, se um servidor guarda uma informação por um longo período, esta informação ficará desatualizada e obsoleta, diminuindo a credibilidade do serviço. Para resolver esta questão foi implementado no DNS server um campo chamado TTL (Time to Live) que informa por quanto tempo uma informação ficará guardada no cache .

Anúncios

maio 15, 2009 - Posted by | Dica

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: